SEG a SEX: 07:00 às 18:00 e SÁB 07:00 às 12:00

Pediatria

Horários:

Terça-Feira

08:00 às 12:00

Quinta-Feira

07:30 às 11:30

COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Os corações dos pais “apertam” com o choro de um filho. O que dizer então de crianças que, de tão pequenas, mal conseguem sinalizar a origem de uma dor?

Ao lado dessas famílias e, especialmente ao lado desse pequeno paciente, está o pediatra. Sua missão é oferecer suporte preventivo, de diagnóstico e de tratamento para que crianças e adolescentes cresçam saudáveis e felizes.

Ainda assim, não se assuste: crianças sempre ficarão doentes em algum momento de sua infância. Isso é normal, porque o sistema imunológico ainda está em formação, o que as deixa mais suscetíveis a viroses, gripes, resfriados e infecções.

Um médico pediatra acompanha a criança desde a sua infância até o início de sua vida adulta, cuidando dos pacientes tanto no acompanhamento preventivo de doenças e condições, como no tratamento de possíveis enfermidades que possam estar afetando a criança e o adolescente no momento da consulta.

Muitas vezes, em um atendimento de pediatria, a conversa médica acaba sendo conduzida pelos pais, que fazem o relato completo dos sintomas que a criança vem apresentando.

Para que a família não fique excessivamente preocupada, os médicos pediatras da Clínica Luzes são treinados no conceito de pediatria descomplicada e conseguem esclarecer tudo sobre pediatria de forma acessível e objetiva tanto para o paciente quanto para seus familiares e acompanhantes.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, existem mais de 35 mil médicos pediatras no Brasil.

Quando procurar o atendimento de urgência na pediatria?

É preciso levar uma criança para o pediatra com urgência se ela apresentar sintomas como:

– Febre acima de 39° sem outros sintomas;
– Vômitos incontroláveis, com mais de uma ocorrência de vômito em uma hora;
– Intoxicações por alimentos ou medicações;
– Acidentes como queimaduras, quedas, engasgos e ferimentos profundos;
– Dificuldade de respirar e falta de ar;
– Convulsões e alterações de consciência;
– Traumas na cabeça.

No caso de bebês com menos de três meses, se a criança apresentar febre maior do que 37,8°, sem a presença de outros sintomas, já é necessário levá-la ao médico pediatra para uma avaliação médica.

Confira mais especialidades:

Marque sua consulta:

ENTRE EM CONTATO

Av. Nestor Duarte, 196,
São Caetano / Salvador-BA

71. 3304-8824